Uncategorized

Progresso e melhoria dos ferros de passar roupas.

Desde o século IV já existiam meios de se passar as roupas, principalmente as femininas. 

Os chineses foram os primeiros a utilizar. Consistia em uma panela cheia de carvão em brasa, e manuseada através de um cabo comprido, a fim de obter o resultado. 

Nos séculos seguintes, no ocidente passaram a usar a madeira, o vidro ou o mármore como matéria-prima desse instrumento. Eles eram utilizados a frio, pois as roupas eram engomadas, o que impossibilitava o trabalho a quente era bem pesado e de ferro .

No entanto, o ferro a brasa, começa a partir do século XVII. 

Em 1882, o americano Henry W. Seely criou a patente do ferro de passar elétrico, algum tempo depois em 1926 mais precisamente, surgiu o ferro a vapor.

Apesar de o ferro elétrico ter sido uma ótima invenção, na época de seu lançamento ele não obteve o sucesso esperado, pois a maioria das residências daquela época não dispunha de energia elétrica, e as que contavam com esse recurso somente podiam usar o novo instrumento à noite. 

Então a população preferia continuar usando os mesmo recursos utilizados até então. 

Porém, com a melhoria no fornecimento de energia elétrica, o produto se tornou um eletrodoméstico indispensável em qualquer residência. 

Outra invenção semelhante, foi um modelo de ferro de passar aquecido por uma lâmpada. 

Em 1892 surgiram os ferros de passar com resistência. Eles eram mais práticos, eficientes e seguros, e podiam ser usados em qualquer lugar. 

Em 1924 surgiu o termostato regulável, o que passou a evitar a queima das roupas, e dois anos mais tarde surgiria o ferro a vapor.

A partir da década de 1950 os fabricantes começaram a abastecer o mercado com uma grande variedade de ferros de passar, disponibilizando modelos capazes de atender o gosto e preferência de todos.

Ferro de passar roupa da foto, disponível para compra por R$90,00. 

Há inúmeros ferros de passar disponíveis aqui no Antiquário Hamburgo Velho. De diferentes cores e tamanhos. 

Venha conferir! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *